ASTM D7756 - 19

    Método de ensaio padrão para Resíduos em gases liquefeitos de petróleo (GLP) por cromatografia gasosa com injeção líquida na coluna

    Active Standard ASTM D7756 Developed by Subcommittee: D02.H0

    Book of Standards Volume: 05.05


      Format Pages Price  
    PDF 17 $56.00   ADD TO CART

    Historical Version(s) - view previous versions of standard

    Translated Standard(s): English

    ASTM License Agreement

    More D02.H0 Standards Related Products


    Significance and Use

    5.1 O controle sobre o teor de resíduos conforme especificado em D1835 é de considerável importância nas aplicações finais de GLP. Resíduo de óleo em GLP é uma contaminação que pode ocorrer durante a produção, o transporte ou o armazenamento.

    5.2 Este método de ensaio é mais rápido e mais sensível que métodos manuais, como o Método de ensaio D2158, que é baseado na evaporação de grandes volumes de amostra seguida de estimativa visual ou gravimétrica do teor de resíduos.

    5.3 Este método de ensaio fornece melhor sensibilidade nas medições de resíduos mais pesados (oleoso), com um limite de quantificação de resíduo total de 10 mg/kg.

    5.4 Este método de ensaio fornece resultados e informações sobre composição contaminante como a faixa de ponto de ebulição e as impressões digitais, que podem ser muito úteis para rastrear a fonte de um determinado contaminante.

    1.1 Esse método de ensaio abrange a determinação, por cromatografia gasosa, de materiais de hidrocarbonetos solúveis, chamados às vezes de “resíduo oleoso”, que podem estar presentes em gases liquefeitos de petróleo (GLP) e que são substancialmente menos voláteis do que o produto de GLP.

    1.2 Esse método de ensaio quantifica, na faixa de 10 mg/kg a 600 mg/kg (ppm de massa), o resíduo com um ponto de ebulição entre 174 °C e 522 °C (C10 a C40) no GLP. Materiais com elevada ebulição ou materiais que aderem permanentemente à coluna cromatográfica não serão detectados.

    1.3 O Apêndice X3, Apêndice X4 e o Apêndice X6 descrevem aplicações adicionais que podem ser executadas com base no hardware e nos procedimentos descritos neste método de ensaio. O Apêndice X3 descreve um procedimento de ensaio para expandir a faixa de benzeno, o Apêndice X4 descreve um procedimento de ensaio para a análise de diisopropanolamina e Apêndice X6 descreve um procedimento de ensaio para a análise de resíduos pesados ou contaminantes de C40 até cerca de C60 em GLP.

    1.4 Os valores indicados no sistema internacional de unidades (SI) devem ser considerados como padrão. Os valores entre parênteses após as unidades SI são fornecidos somente para fins de informação e não são considerados padrão.

    1.5 Esta norma não pretende abordar todas as preocupações de segurança, se houver, associadas à sua utilização. É responsabilidade do usuário desta norma estabelecer práticas apropriadas de saúde, segurança e meio ambiente e determinar a aplicabilidade das limitações regulatórias antes do uso.

    1.6 Este padrão internacional foi desenvolvido de acordo com os princípios internacionalmente reconhecidos sobre padronização estabelecidos na Decisão sobre os Princípios para o desenvolvimento de normas, guias e recomendações internacionais emitidos pelo Comitê de obstáculos técnicos ao comércio (TBT) da Organização Mundial do Comércio.