If you are an ASTM Compass Subscriber and this document is part of your subscription, you can access it for free at ASTM Compass
    ASTM D7688 - 18

    Método de ensaio padrão para Avaliação da lubricidade de combustíveis diesel por equipamento recíproco de alta frequência (HFRR) por observação visual

    Active Standard ASTM D7688 Developed by Subcommittee: D02.E0

    Book of Standards Volume: 05.04


      Format Pages Price  
    PDF 10 $200.00   ADD TO CART

    Historical Version(s) - view previous versions of standard

    Translated Standard(s): English

    ASTM License Agreement

    More D02.E0 Standards Related Products


    Significance and Use

    5.1 O equipamento de injeção de combustível diesel depende das propriedades lubrificantes do diesel combustível. A redução da vida útil dos componentes do motor, como bombas injetoras e injetores de diesel, tem sido atribuída algumas vezes à falta de lubricidade de um diesel combustível.

    5.2 Ficou demonstrada a tendência dos resultados do ensaio com HFRR para o desgaste do componente da bomba do sistema de injeção diesel devido ao desgaste em ensaios de equipamento de bomba para algumas combinações de combustível/equipamento onde a lubrificação de superfície delimitada é considerada um fator na operação do componente.

    5.3 A marca de desgaste gerada no ensaio HFRR é sensível à contaminação dos fluidos e materiais de ensaio, à temperatura 5 do combustível de ensaio e à umidade relativa do ambiente. As avaliações de lubrificação também são sensíveis aos traços de contaminantes adquiridos durante a amostragem e o armazenamento de combustível de ensaio.

    5.4 O HFRR e o avaliador de lubricidade de esferas de carga abrasiva em cilindros (SLBOCLE, Método de ensaio D6078) são dois métodos para avaliar a lubricidade do diesel combustível. Nenhuma correlação absoluta foi desenvolvida entre os dois métodos de ensaio.

    5.5 O HFRR pode ser usado para avaliar a eficácia relativa dos combustíveis diesel para evitar o desgaste sob as condições de ensaio indicadas. A correlação dos resultados do ensaio HFRR com o desempenho em campo dos sistemas de injeção de diesel ainda não foi determinada.

    5.6 Este método de ensaio foi elaborado para avaliar as propriedades lubrificação de superfície delimitada. Embora os efeitos de viscosidade na lubricidade neste método de ensaio não sejam totalmente eliminados, eles são minimizados.

    1.1 Este método de ensaio abrange a avaliação da lubricidade dos combustíveis diesel utilizando um equipamento recíproco de alta frequência (HFRR).

    1.2 Este método de ensaio é aplicável a combustíveis destilados médios, como os combustíveis diesel graus 1-D S15, S500 e S5000 e graus 2-D S15, S500 e S5000 de acordo com a Especificação D975; e outros combustíveis semelhantes à base de petróleo que podem ser usados em motores diesel. Este método de ensaio também é aplicável a misturas de biodiesel. B5 foi incluído no programa round-robin que determinou a declaração de precisão.

    OBSERVAÇÃO 1 – não é possível saber se este método de ensaio poderá prever o desempenho de todas as combinações de aditivo/combustível. Há trabalho adicional em andamento para estabelecer essa correlação e podem ser necessárias revisões futuras deste método de ensaio, quando esse trabalho estiver concluído.

    1.3 Os valores indicados no sistema internacional de unidades (SI) devem ser considerados como padrão. Nenhuma outra unidade de medida está incluída nesta norma.

    1.4 Esta norma não pretende abordar todas as preocupações de segurança, se houver, associadas à sua utilização. É responsabilidade do usuário desta norma estabelecer práticas apropriadas de saúde, segurança e meio ambiente e determinar a aplicabilidade das limitações regulatórias antes do uso. São fornecidas recomendações específicas na Seção 7.

    1.5 Esta norma internacional foi desenvolvida de acordo com os princípios internacionalmente reconhecidos sobre padronização estabelecidos na Decisão sobre os princípios para o desenvolvimento de normas, guias e recomendações internacionais emitidos pelo Comitê de Obstáculos técnicos ao comércio (TBT) da Organização Mundial do Comércio.