ASTM D7647 - 10(2018)

    Método de ensaio padrão para Contagem automática de partículas de fluidos lubrificantes e hidráulicos usando técnicas de diluição para eliminar a contribuição da água e de partículas moles interferentes por extinção da luz

    Active Standard ASTM D7647 Developed by Subcommittee: D02.96.05

    Book of Standards Volume: 05.04


      Format Pages Price  
    PDF 13 $50.00   ADD TO CART

    Historical Version(s) - view previous versions of standard

    Translated Standard(s): English

    ASTM License Agreement

    More D02.96.05 Standards Related Products


    Significance and Use

    5.1 This test method is intended for use in analytical laboratories including onsite in-service oil analysis laboratories.

    5.2 Hard particles in lubricating or fluid power systems have a detrimental effect on the system as they cause operating components to wear and also accelerate the degradation of the oil. Hard particles in the oil originate from a variety of sources including generation from within an operating fluid system or contamination, which may occur during the storage and handling of new oils or via ingress into an operating fluid system.

    5.3 High levels of contaminants can cause filter blockages and hard particles can have a serious impact on the life of pumps, pistons, gears, bearings, and other moving parts by accelerating wear and erosion.

    5.4 Particle count results can be used to aid in assessing the capability of the filtration system responsible for cleaning the fluid, determining if off-line recirculating filtration is needed to clean up the fluid system, or aiding in the decision of whether or not a fluid change is required.

    5.5 To accurately measure hard particle contamination levels, it is necessary to negate the particle counts contributed by the presence of small levels of free water. This method includes a process by which this can be accomplished using a water-masking diluent technique whereby water droplets of a size below the target level are finely distributed.

    5.6 Certain additives or additive by-products that are semi-insoluble or insoluble in oil, namely the polydimethylsiloxane defoamant additive and oxidation by-products, are known to cause light scattering in automatic particle counters, which in turn causes falsely high counts. These and similar materials are commonly termed “soft particles” (see 3.1.6) and are not known to directly increase wear and erosion within an operating system. The contribution of these particles to the particle size cumulative count is negated with this method.

    5.7 The use of dilution in this test method counteracts viscosity effects for highly viscous oils that impact the accuracy of automatic optical particle counting results.

    1.1 Este método de ensaio abrange a determinação da concentração e tamanho de partículas em óleos novos e usados para fins de lubrificação e hidráulica.

    1.2 As partículas consideradas estão na faixa de 4 µm (c) a 200 µm (c) sendo o limite superior dependente do contador automático de partículas específico utilizado.OBSERVAÇÃO 1 – para os fins deste método de ensaio, gotas de água sem mascaramento pelo procedimento de diluente são detectadas como partículas e partículas aglomeradas são detectadas e informadas como uma única partícula maior.OBSERVAÇÃO 2 – o subscrito (c) é usado para indicar que o aparelho foi calibrado de acordo com a ISO 11171. Este subscrito (c) aplica-se estritamente apenas a partículas de até 50 µm.

    1.3 Os lubrificantes que podem ser analisados por este método de ensaio são classificados como derivados de petróleo ou sintéticos, como: polialfa olefina, polialquileno glicol ou éster fosfato. A faixa de viscosidade aplicável é de até 1000 mm2/segundo a 40 °C. Este procedimento pode ser apropriado para outros lubrificantes à base de petróleo e sintéticos não incluídos na declaração de precisão.

    1.4 Amostras contendo partículas visíveis podem não ser adequadas para análise usando este método de ensaio.

    1.5 Amostras opacas após a diluição não são adequadas para análise usando este método de ensaio.

    1.6 O método de ensaio é específico para contadores automáticos de partículas que usam o princípio de extinção da luz e são calibrados de acordo com a última revisão da ISO 11171.

    1.7 Os valores indicados no sistema internacional de unidades (SI) devem ser considerados como padrão. Nenhuma outra unidade de medida está incluída nesta norma.

    1.8 Esta norma não pretende abordar todas as preocupações de segurança, se houver, associadas à sua utilização. É responsabilidade do usuário desta norma estabelecer práticas apropriadas de saúde, segurança e meio ambiente e determinar a aplicabilidade das limitações regulatórias antes do uso.

    1.9 Esta norma internacional foi desenvolvida de acordo com os princípios internacionalmente reconhecidos sobre padronização estabelecidos na Decisão sobre os Princípios para o desenvolvimento de normas, guias e recomendações internacionais emitidos pelo Comitê de Obstáculos técnicos ao comércio (TBT) da Organização Mundial do Comércio.