If you are an ASTM Compass Subscriber and this document is part of your subscription, you can access it for free at ASTM Compass
    ASTM D6560 - 17

    Método de ensaio padrão para Determinação de asfaltenos (insolúveis de heptano) em óleo cru e produtos petrolíferos

    Active Standard ASTM D6560 Developed by Subcommittee: D02.14

    Book of Standards Volume: 05.03


      Format Pages Price  
    PDF 8 $200.00   ADD TO CART

    Historical Version(s) - view previous versions of standard

    Translated Standard(s): English

    ASTM License Agreement

    More D02.14 Standards Related Products


    Significance and Use

    5.1 Os asfaltenos são as moléculas orgânicas de maior massa molecular e a razão carbono-hidrogênio que normalmente ocorre em óleo cru e produtos de petróleo com material residual. Eles podem causar problemas durante o armazenamento e manuseio se a suspensão de moléculas de asfalteno for perturbada por excesso de tensão ou incompatibilidade. Eles também são as últimas moléculas de um produto a queimar completamente e, portanto, podem ser um indicador de propensão a fumaça negra. Sua composição normalmente inclui uma quantidade desproporcionalmente alta de enxofre, nitrogênio e metais presentes no óleo cru ou no produto petrolífero.

    1.1 Este método de ensaio abrange um procedimento para determinação do teor de asfalteno insolúvel de heptano em diesel, diesel, óleos combustíveis residuais, óleo lubrificante, betume e óleo cru reaproveitado a uma temperatura de 260 °C (consulte A1.2.1.1).

    1.2 A precisão é aplicável a valores entre 0,50% m/m e 30,0 % m/m. Valores fora desse intervalo ainda podem ser válidos, mas podem não fornecer os mesmos valores de precisão.

    1.3 Óleos contendo aditivos podem apresentar resultados com erro.

    1.4 Os valores indicados no sistema internacional de unidades devem ser considerados como padrão. Nenhuma outra unidade de medida está incluída nesta norma.

    1.5 Esta norma não pretende abordar todas as preocupações de segurança, se houver, associadas à sua utilização. É responsabilidade do usuário desta norma estabelecer práticas apropriadas de saúde e segurança e meio-ambiente e determinar a aplicabilidade das limitações regulatórias antes do uso.

    1.6 Este padrão internacional foi desenvolvido de acordo com os princípios internacionalmente reconhecidos sobre padronização estabelecidos na Decisão sobre os Princípios para o Desenvolvimento de Normas, Guias e Recomendações Internacionais emitidos pelo Comitê de Obstáculos Técnicos ao Comércio (TBT) da Organização Mundial do Comércio.