If you are an ASTM Compass Subscriber and this document is part of your subscription, you can access it for free at ASTM Compass
    ASTM D5708 - 15(2020)e1

    Métodos de ensaio padrão para Determinação de níquel, vanádio e ferro em óleos crus e combustíveis residuais por espectrometria de emissão atômica com plasma acoplado indutivamente (ICP)

    Active Standard ASTM D5708 Developed by Subcommittee: D02.03

    Book of Standards Volume: 05.02


      Format Pages Price  
    PDF 12 $62.00   ADD TO CART

    Historical Version(s) - view previous versions of standard

    Translated Standard(s): English

    ASTM License Agreement

    More D02.03 Standards Related Products


    Significance and Use

    4.1 These test methods cover, in single procedures, the determination of Ni, V, and Fe in crude oils and residual oils. These test methods complement Test Method D1548, which covers only the determination of vanadium.

    4.2 When fuels are combusted, vanadium present in the fuel can form corrosive compounds. The value of crude oils can be determined, in part, by the concentrations of nickel, vanadium, and iron. Nickel and vanadium, present at trace levels in petroleum fractions, can deactivate catalysts during processing. These test methods provide a means of determining the concentrations of nickel, vanadium, and iron.

    1.1 Estes métodos de ensaio abrangem a determinação de níquel, vanádio e ferro em óleos crus e combustíveis residuais por espectrometria de emissão atômica com plasma acoplado indutivamente (ICP). Dois métodos de ensaio diferentes são apresentados.

    1.2 O Método de ensaio A (Seções 7–11 e 18–22) – o ICP é usado para analisar uma amostra dissolvida em solvente orgânico. Esse método de ensaio usa metais solúveis em água para calibração e não pretende determinar ou detectar quantitativamente partículas insolúveis.

    1.3 Método de ensaio B (Seções 12–22) – o ICP é usado para analisar uma amostra que é decomposta com ácido.

    1.4 As faixas de concentração cobertas por esses métodos de ensaio são determinadas pela sensibilidade dos instrumentos, a quantidade da amostra usada na análise e o volume de diluição. Há uma declaração específica na subseção 15.2. Normalmente, os limites de baixa concentração são alguns décimos de miligrama por quilograma. Os dados de precisão são fornecidos para as faixas de concentração especificadas na Seção 21.

    1.5 Os valores indicados em unidades do SI devem ser considerados como padrão.

    1.5.1 Exceção – os valores informados entre parênteses são apenas para fins informativos.

    1.6 Esta norma não pretende abordar todas as preocupações de segurança, se houver, associadas à sua utilização. É responsabilidade do usuário desta norma estabelecer práticas apropriadas de saúde, segurança e meio ambiente e determinar a aplicabilidade das limitações regulatórias antes do uso.

    1.7 Esta norma internacional foi desenvolvida de acordo com os princípios internacionalmente reconhecidos sobre normalização estabelecidos na Decisão sobre os Princípios para o desenvolvimento de normas, guias e recomendações internacionais emitidos pelo Comitê de Obstáculos técnicos ao comércio (TBT) da Organização Mundial do Comércio.