ASTM D5453 - 19a

    Método de ensaio padrão para Determinação de enxofre total em hidrocarbonetos leves, combustível de motor de ignição por faísca, combustível para motores diesel e óleo de motor por fluorescência ultravioleta

    Active Standard ASTM D5453 Developed by Subcommittee: D02.03

    Book of Standards Volume: 05.02


      Format Pages Price  
    PDF 16 $58.00   ADD TO CART

    Historical Version(s) - view previous versions of standard

    Translated Standard(s): English

    ASTM License Agreement

    More D02.03 Standards Related Products


    Significance and Use

    4.1 Alguns catalisadores de processo usados no refino de petróleo e produtos químicos podem ser envenenados quando vestígios de materiais contendo enxofre estão contidos nas matérias-primas. Este método de ensaio pode ser usado para determinar o enxofre no processo de alimentação de enxofre em produtos acabados, e também pode ser usado para fins de controle regulamentar.

    1.1 Este método de ensaio abrange a determinação do enxofre total residual em hidrocarbonetos líquidos que entram em ebulição no intervalo de aproximadamente 25 °C a 400 °C, com viscosidades entre aproximadamente 0,2 cSt e 20 cSt (mm/s)à temperatura ambiente.

    1.2 Três estudos interlaboratoriais independentes (ILS) sobre precisão e três outras investigações que resultaram em um relatório de pesquisa da ASTM, determinaram que este método de ensaio é aplicável a naftas, destilados, óleo de motor, etanol, ésteres metílicos de ácidos graxos (FAME) e combustível para motores, como gasolina, gasolina enriquecida com oxigênio (misturas de etanol, E-85, M-85, RFG), diesel, biodiesel, misturas diesel/biodiesel e combustível para jatos. Amostras contendo de 1,0 mg/kg a 8000 mg/kg de enxofre total podem ser analisadas (Observação 1).

    OBSERVAÇÃO 1 – estimativas do limite de quantificação combinado (LQC) para estudos de precisão foram calculadas. Os valores variaram entre menos de 1,0 mg/kg e menos de 5,0 mg/kg (consulte a Seção 9 e 16.1).

    1.3 Os valores indicados no sistema internacional de unidades devem ser considerados como padrão. Nenhuma outra unidade de medida está incluída nesta norma.

    1.4 Esta norma não pretende abordar todas as preocupações de segurança, se houver, associadas à sua utilização. Éresponsabilidade do usuário desta norma estabelecer práticas apropriadas de saúde, segurança e meio ambiente edeterminar a aplicabilidade das limitações regulatórias antes do uso. Para instruções de aviso, consulte 3.1, 7.3, 7.4, a Seção 8 e 9.1.

    1.5 Esta norma internacional foi desenvolvida de acordo com os princípios internacionalmente reconhecidos sobre padronização estabelecidos na Decisão sobre os princípios para o desenvolvimento de normas, guias e recomendações internacionais emitidos pelo Comitê de Obstáculos técnicos ao comércio (TBT) da Organização Mundial do Comércio.