If you are an ASTM Compass Subscriber and this document is part of your subscription, you can access it for free at ASTM Compass
    ASTM D5001 - 19e1

    Método de ensaio padrão para Medição da lubricidade de combustíveis de turbina de aviação pelo avaliador de lubricidade de esferas em cilindro (BOCLE)

    Active Standard ASTM D5001 Developed by Subcommittee: D02.J0.04

    Book of Standards Volume: 05.02


      Format Pages Price  
    PDF 16 $200.00   ADD TO CART

    Historical Version(s) - view previous versions of standard

    Translated Standard(s): English

    ASTM License Agreement

    More D02.J0.04 Standards Related Products


    Significance and Use

    5.1 Wear due to excessive friction resulting in shortened life of engine components such as fuel pumps and fuel controls has sometimes been ascribed to lack of lubricity in an aviation fuel.

    5.2 The relationship of test results to aviation fuel system component distress due to wear has been demonstrated for some fuel/hardware combinations where boundary lubrication is a factor in the operation of the component.

    5.3 The wear scar generated in the ball-on-cylinder lubricity evaluator (BOCLE) test is sensitive to contamination of the fluids and test materials, the presence of oxygen and water in the atmosphere, and the temperature of the test. Lubricity measurements are also sensitive to trace materials acquired during sampling and storage. Containers specified in Practice D4306 shall be used.

    5.4 The BOCLE test method may not directly reflect operating conditions of engine hardware. For example, some fuels that contain a high content of certain sulfur compounds can give anomalous test results.

    1.1 Este método de ensaio abrange a avaliação nos aspectos de desgaste das propriedades de lubrificação de superfície delimitada de combustíveis para turbina de aviação em superfícies de fricção de aço.

    1.1.1 Este método de ensaio incorpora dois procedimentos, um usando um instrumento semiautomático e outro um instrumento totalmente automatizado. Qualquer um dos dois procedimentos pode ser usado para conduzir o ensaio.

    1.2 Os valores indicados em unidades do SI devem ser considerados como padrão. Nenhuma outra unidade de medida foi incluída nesta norma.

    1.3 Esta norma não pretende abordar as preocupações de segurança, se houver, associadas à sua utilização. É responsabilidade do usuário desta norma estabelecer práticas apropriadas de saúde, segurança e meio ambiente e determinar a aplicabilidade das limitações regulatórias antes do uso.

    1.4 Esta norma internacional foi desenvolvida de acordo com os princípios internacionalmente reconhecidos sobre normalização estabelecidos na Decisão sobre os Princípios para o desenvolvimento de normas, guias e recomendações internacionais emitidos pelo Comitê de Obstáculos técnicos ao comércio (TBT) da Organização Mundial do Comércio.