ASTM D1688 - 17

    Métodos de ensaio padrão para Cobre em água

    Active Standard ASTM D1688 Developed by Subcommittee: D19.05

    Book of Standards Volume: 11.01


      Format Pages Price  
    PDF 14 $52.00   ADD TO CART

    Historical Version(s) - view previous versions of standard

    Translated Standard(s): English

    ASTM License Agreement

    More D19.05 Standards Related Products


    Significance and Use

    4.1 Copper is found in naturally occurring minerals principally as a sulfide, oxide, or carbonate. It makes up approximately 0.01 % of the earth's crust and is obtained commercially from such ores as chalcopyrite (CuFeS2). Copper is also found in biological complexes such as hemocyanin.

    4.2 Copper enters water supplies through the natural process of dissolution of minerals, through industrial effluents, through its use, as copper sulfate, to control biological growth in some reservoirs and distribution systems, and through corrosion of copper alloy water pipes. Industries whose wastewaters may contain significant concentrations of copper include mining, ammunition production, and most metal plating and finishing operations. It may occur in simple ionic form or in one of many complexes with such groups as cyanide, chloride, ammonia, or organic ligands.

    4.3 Although its salts, particularly copper sulfate, inhibit biological growth such as some algae and bacteria, copper is considered essential to human nutrition and is not considered a toxic chemical at concentrations normally found in water supplies.

    4.4 ICP-MS or ICP-AES may also be appropriate but at a higher instrument cost. See Test Methods D5673 and D1976.

    1.1 Estes métodos de ensaio abrangem a determinação de cobre em água por espectrofotometria de absorção atômica. A Seção 34 sobre Controle de qualidade refere-se a esses métodos de ensaio. Os três métodos de ensaio são incluídos da seguinte forma:

    1.2 O cobre dissolvido ou total recuperável pode ser determinado. A determinação do cobre dissolvido requer a filtração através de um filtro de membrana de 0,45 μm (11.10) no momento da coleta. A filtração de membrana em linha é preferível.

    1.3 Os valores indicados no sistema internacional de unidades (SI) devem ser considerados como padrão. Os valores entre parênteses são conversões matemáticas para unidades de polegadas/libras fornecidos apenas para fins de informação e não são considerados padrão.

    1.4 Os três métodos de ensaio fotométrico antigos foram descontinuados. Consulte o Apêndice X1 para informação histórica.

    1.5 Esta norma não pretende abordar todas as preocupações de segurança, se houver, associadas à sua utilização. É responsabilidade do usuário desta norma estabelecer práticas apropriadas de saúde e segurança e determinar a aplicabilidade das limitações regulatórias antes do uso. Para advertências de perigo específicas, consulte 11.3, 11.9.1, 20.10, e 22.11.

    1.6 Este padrão internacional foi desenvolvido de acordo com os princípios internacionalmente reconhecidos sobre padronização estabelecidos na Decisão sobre os Princípios para o desenvolvimento de normas, guias e recomendações internacionais emitidos pelo Comitê de obstáculos técnicos ao comércio (TBT) da Organização Mundial do Comércio.