If you are an ASTM Compass Subscriber and this document is part of your subscription, you can access it for free at ASTM Compass
    ASTM D1657 - 12(2017)

    Método de ensaio padrão para Densidade ou densidade relativa de hidrocarbonetos leves por densímetro de pressão

    Active Standard ASTM D1657 Developed by Subcommittee: D02.02

    Book of Standards Volume: 05.01


      Format Pages Price  
    PDF 8 $200.00   ADD TO CART

    Historical Version(s) - view previous versions of standard

    Translated Standard(s): English

    ASTM License Agreement

    More D02.02 Standards Related Products


    Significance and Use

    5.1 A densidade ou densidade relativa de hidrocarbonetos leves e gases liquefeitos de petróleo é usada em cálculos quantitativos de transferência de custódia ou para atender a exigências de transporte, armazenamento e regulatórias.

    1.1 Este método de ensaio abrange a determinação da densidade ou da densidade relativa dos hidrocarbonetos leves, incluindo gases liquefeitos de petróleo (GLP), com pressões de vapor Reid superiores a 101,325 kPa (14,696 psi).

    1.2 O aparelho indicado não deve ser utilizado para materiais com pressões de vapor superiores a 1,4 MPa (200 psi) à temperatura de ensaio. Este limite de pressão é determinado pelo tipo de equipamento. Pressões mais altas podem aplicar‐se a outros projetos de equipamentos.

    1.3 As medições iniciais do densímetro de pressão obtidas são medições não corrigidas do densímetro e não medições de densidade. As medições são feitas em um densímetro na temperatura de referência ou em outra temperatura conveniente e as medições são corrigidas para efeito de menisco, efeito de expansão de vidro térmico, efeitos de temperatura de calibração etemperatura de referência alternativos por meio de cálculos e tabelas do Suplemento do D1250 Guide for PetroleumMeasurement Tables (API MPMS, capítulo 11.1) ou do API MPMS capítulo 11.2.4 (GPA TP-27), conforme aplicável.

    1.4 Valores determinados como densidade ou densidade relativa podem ser convertidos para valores equivalentes em outras unidades ou temperaturas de referência alternativas por meio do Interconversion Procedures API MPMS , capítulo 11.5 ou do Suplmento do D1250 Guide for Petroleum Measurement Tables (API MPMS, capítulo 11.1) ou do API MPMS, capítulo 11.2.4 (GPA TP-27), conforme aplicável.

    1.5 Os cálculos exigidos na Seção 11 devem ser aplicados à medição inicial do densímetro de pressão com observações e os resultados informados em conformidade com a Seção 11 antes de serem aplicados a um procedimento de cálculo subsequente (cálculo de protocolo de medição, cálculo de fator do medidor ou determinação do volume do equipamento de aferição básico).

    1.6 O Anexo A1 contém um procedimento para verificar ou certificar o equipamento para esse método de ensaio.

    1.7 Os valores indicados no sistema internacional de unidades (SI) devem ser considerados como padrão. Os valores habituais dos EUA mostrados em parênteses adjacentes são apenas informativos e podem não ser exatamente equivalentes. Ambas as unidades SI e costumeiras foram arredondadas, portanto poderão não ser exatamente equivalentes.

    1.8 Esta norma não pretende abordar todas as preocupações de segurança, se houver, associadas à sua utilização. É responsabilidade do usuário desta norma estabelecer práticas apropriadas de saúde e segurança e determinar a aplicabilidade das limitações regulatórias antes do uso.

    1.9 Este padrão internacional foi desenvolvido de acordo com os princípios internacionalmente reconhecidos sobre padronização estabelecidos na Decisão sobre os princípios para o desenvolvimento de normas, guias e recomendações internacionais emitidos pelo Comitê de Obstáculos técnicos ao comércio (TBT) da Organização Mundial do Comércio.