ASTM D1319 - 19

    Método de ensaio padrão para Tipos de hidrocarbonetos em produtos petrolíferos por adsorção de indicador fluorescente

    Active Standard ASTM D1319 Developed by Subcommittee: D02.04.0C

    Book of Standards Volume: 05.01


      Format Pages Price  
    PDF 13 $50.00   ADD TO CART

    Historical Version(s) - view previous versions of standard

    Translated Standard(s): English

    ASTM License Agreement

    More D02.04.0C Standards Related Products


    Significance and Use

    5.1 A determinação do percentual volumétrico total de saturados, olefinas e aromáticos em frações de petróleo é importante para caracterizar a qualidade das frações de petróleo como componentes de mistura de gasolina e como alimentação para processos de reforma catalítica. Essa informação também é importante na caracterização de frações de petróleo e produtos de reforma catalítica e de craqueamento térmico e catalítico, como componentes de mistura para combustíveis para motores e de aviação. Essa informação também é importante como medida da qualidade dos combustíveis, como definido na Especificação D1655.

    1.1 Este método de ensaio abrange a determinação de tipos de hidrocarbonetos nas faixas de concentração de 5% a 99% em volume de aromáticos, 0,3% a 55% em volume de olefinas e 1% a 95% em volume de saturados em frações de petróleo abaixo de 315 °C. Este método de ensaio pode se aplicar a concentrações fora desses intervalos, mas a precisão não foi determinada. Amostras contendo componentes de cor escura que interferem na leitura das bandas cromatográficas não podem ser analisadas.

    OBSERVAÇÃO 1 – para a determinação de olefinas abaixo de 0,3% em volume, outros métodos de ensaio estão disponíveis, como o Método de ensaio D2710.

    1.2 Este método de ensaio destina-se ao uso com produtos de faixa de ebulição completa. Dados colaborativos estabeleceram que a declaração de precisão não se aplica a frações de petróleo de ebulição estreitas perto do limite de 315 °C. Essas amostras não são eluídas de maneira adequada e os resultados são erráticos.

    1.3 Este método de ensaio inclui uma seção de desvio relativo com base na avaliação de precisão da Prática D6708 entre o Método de ensaio D1319 e o Método de ensaio D5769 para aromáticos totais em combustíveis de ignição por centelha como uma possível alternativa ao Método de ensaio D5769 para relatórios de regulamentações de combustível de motores por ignição EPA dos EUA. A equação de correlação derivada da Prática D6708 só é aplicável para combustíveis na faixa de concentração aromática total de 3,3% a 34,4% em volume, conforme medido pelo Método de ensaio D1319 e a temperatura de destilação T95, na qual 95% da amostra evaporaram, variam de 149,1 °C a 196,6 °C (300,3 °F a 385,8 °F) quando testados de acordo com o Método de ensaio D86.

    1.3.1 O intervalo do Método de ensaio D5769 para aromáticos totais é de 3,7% a 29,4% em volume, conforme indicado pelo Método de ensaio D5769 e os valores de temperatura de destilação T95, na qual 95 % da amostra evaporaram, quando testada de acordo com o Método de ensaio D86 é de 149,1 °C a 196,6 °C (300,3 °F a 385,8 °F).

    1.4 A aplicabilidade deste método de ensaio a produtos derivados de combustíveis fósseis que não sejam petróleo, como carvão, xisto ou areias betuminosas, não foi determinada e a declaração de precisão pode ou não se aplicar a esses produtos.

    1.5 Este método de ensaio tem duas declarações de precisão descritas nas tabelas. A primeira tabela aplica-se a combustíveis sem chumbo, que não contêm componentes de mistura oxigenados. Pode ou não se aplicar a gasolinas automotivas contendo misturas antidetonantes de chumbo. A segunda tabela aplica-se a amostras de combustível de ignição por centelha automotiva oxigenadas misturadas (por exemplo, MTBE, etanol) com uma faixa de concentração de 13% a 40% em volume de aromáticos, 4% a 33% em volume de olefinas e 45% a 68% em volume de saturados.

    1.6 Os componentes da mistura oxigenada, metanol, etanol, éter metil-terc-butílico (MTBE), éter terc-amilmetílico (TAME) e éter etil-terc-butílico (ETBE) não interferem na determinação dos tipos de hidrocarbonetos nas concentrações normalmente encontradas em misturas comerciais. Esses componentes oxigenados não são detectados, pois eluem com o álcool dessorvente. Outros compostos oxigenados devem ser verificados individualmente. Ao analisar amostras contendo componentes de mistura oxigenada, corrija os resultados para uma base de amostra total.

    1.7 AVISO – o mercúrio foi classificado por muitos órgãos reguladores como um material perigoso que pode causar danos ao sistema nervoso central, aos rins e ao fígado. Mercúrio, ou seu vapor, pode ser perigoso para a saúde e corrosivo para materiais. Tenha cuidado ao manusear mercúrio e produtos contendo mercúrio. Consulte a Ficha de dados de segurança do material aplicável (FISPQ) para obter para mais informações. A venda de mercúrio e/ou de produtos contendo mercúrio em seu estado ou país pode ser proibida por lei local ou nacional. Os usuários devem determinar a legalidade das vendas em sua instalação.

    1.8 Os valores indicados no sistema internacional de unidades (SI) devem ser considerados como padrão. Os valores entre parênteses após as unidades SI são fornecidos somente para fins de informação e não são considerados padrão.

    1.9 Esta norma não pretende abordar todas as preocupações de segurança, se houver, associadas à sua utilização. É responsabilidade do usuário desta norma estabelecer práticas apropriadas de saúde, segurança e meio ambiente e determinar a aplicabilidade das limitações regulatórias antes do uso. Para declarações de aviso específicas, consulte as seções 7, 8.1 e 10.5.

    1.10 Este padrão internacional foi desenvolvido de acordo com os princípios internacionalmente reconhecidos sobre padronização estabelecidos na Decisão sobre os Princípios para o desenvolvimento de normas, guias e recomendações internacionais emitidos pelo Comitê de obstáculos técnicos ao comércio (TBT) da Organização Mundial do Comércio.